Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Na Via Expressa

Vejo o horizonte largo de minha janela estreita
Adivinho as estrelas atrás do azul febril que o sol impõe
– estrela mais próxima, nem por isso a mais bela –
preciso seu olhar entre os rostos apressados
na via expressa
não brilham as foscas íris de toda a gente comum
como cintila o feto de lágrima pendente do canto do olho
que ainda busco freneticamente nos encaveirados vultos
da via expressa
Pés de toda a sorte esparramam lama
emporcalham as barras das saias
filtram a água que regressa aos céus
e choverá noutros campos
ora verdes
ora enegrecidos
negros como o carvão
da pupila que insisto em procurar
na via expressa.
Jane de Paula Carvalho Santos
Enviado por Jane de Paula Carvalho Santos em 14/10/2006
Código do texto: T263920
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Jane de Paula Carvalho Santos
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 49 anos
20 textos (703 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 12:09)
Jane de Paula Carvalho Santos