Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

S A U D A D E S


Meus olhos marejam,
Onde estás meu amor?
Iluminados por lágrimas quentes,
Lembranças... Momentos... Que seja!
Venham... Não tenho medo da dor.

O sorriso a minha frente,
Sorrio também.
O corpo sedutor... Vai e vem,
Lábios macios, beijos ardentes,
Quase posso senti-lo meu bem.

Lágrimas caem...
Lavam o rosto...
Limpam a alma.
Aqueles gemidos de prazer...
A voz rouca, palavras indecentes,
Desejos, delírios, fantasias como torrentes.
Sinto o corpo todo a arder.

Lágrimas jorram... Lindas!
Testemunhas de o meu sofrer,
Companheiras de sensações findas...

A ausência incomoda,
Marcas, pedaços, retalhos.
E agora? Lágrimas.
O silêncio, o vazio, o nada.

Meu corpo ainda é a tua morada,
Tem encantamentos, calor,
Está limpa, enfeitada, perfumada,
À espreita... Ao passares, entra ela é tua.
Estou aqui como à beira da estrada,


Soninha Porto Poemas
Enviado por Soninha Porto Poemas em 16/10/2006
Reeditado em 13/07/2009
Código do texto: T265418

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Direitos reservados à autora Soninha Ferraresi Porto®). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Soninha Porto Poemas
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
285 textos (16517 leituras)
1 áudios (61 audições)
18 e-livros (1742 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 10:43)
Soninha Porto Poemas