Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A uma mãe muito querida...

Se o silêncio estivesse gritando as almas esquecidas
Essa penumbra talvez não existisse.
Uma massa de cimento, nada mais,
Tapa o sol ao olho de todos esses mortais.

Porque sem acreditar em ti,
Por seu nome, baixinho, eu chamo,
Porque se não me ajudas a ser feliz,
Eu ainda escrevo, Jesus Cristo, eu te amo.

Porque você me pôs no mundo
E logo após pelos caminhos do infinito se perdeu.
Porque você, minha querida mãezinha,
Fechou os olhos, sem antes me dizer adeus.

Porque amar, porque nascer, porque viver, porque morrer,
Senão para continuar a vida humana?

Um sorriso em lábios puros, fascinantes,
É interrompido por uma lágrima a rolar
Porque ás vezes a vida nos proíbe
De ter um Eu Te Amo pra pronunciar.
sheylloouka
Enviado por sheylloouka em 08/11/2006
Reeditado em 23/08/2007
Código do texto: T285246
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
sheylloouka
Franco da Rocha - São Paulo - Brasil, 27 anos
7 textos (622 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 22:44)
sheylloouka