Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Saudade

Minhas percepções me reportam a ti
Um agora eterno me congela em ti.
Estou só comigo e não me basto
O vazio são marcas são teus rastros.

Injustiça infinda, dura punição.
O meu corpo ainda é só coração
De músculos trêmulos, fluídos à revelia.
Sinto se esvaírem como em sangria

Fleches de você me tentam animar.
Pensamentos turvos a se intercalar
Imediatamente me repõem ao mundo
No qual fundo encontro
Conto que criei, mas com o qual só conto;
Pra lembrar do que me levou tê-lo

Autocondenar-me amar em pesadelo
Contido desespero me prende e me invade
Torturante zelo, única verdade.

Sim absoluto, única opção.
Sem você, não eu,
Sem você, não!

Edbar
Enviado por Edbar em 08/11/2006
Código do texto: T285675
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Edbar www.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edbar
Recife - Pernambuco - Brasil, 65 anos
2870 textos (82773 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 08:41)
Edbar