Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Libertas quae sera tamen

O sol ficou mais forte.
Quebrou minha vidraça.
Tornou-me incoativo.
Mostrando que tudo passa.

Não nasci inconho.
E nem por isso estou sozinho.
Não estou atracado.
E nem por isso sou coitado.

Não acredito em amor estigma.
Luto pela vivacidade com suor.
Quando um sonho morre nasci outro maior.
A morte dele ensina que sonho é ciclo e ciclo nunca termina.
Alan César
Enviado por Alan César em 08/11/2006
Código do texto: T285985
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alan César
Diadema - São Paulo - Brasil, 36 anos
3 textos (143 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 11:16)