Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

IMEI-ME

De ti, só guardo o nome
No universo da “web”
Não consigo imaginar por onde vais.

Mas quando navego sua “página pessoal”
Descubro que nascemos um para o outro
Guardo no "arquivo rígido"
As mais singelas “imagens digitais”.

Em certas noites,quando reconheço,
Seu hálito no espelho do líquido cristal
Fico cúmplice da tua insônia,
capturo e faço de ti, a melhor tela de proteção.

Tua vaidade é minha felicidade
Fidelidade há chama insensata
Que tinge meu “papel de parede” ou
Cura uma Fantasia virtual.

Certa vez, quando pintou um acesso perfeito
Consumimos “MB” de memória e digitamos com sofreguidão.
Quando pressionei “Insert”; o teclado travou
Nosso caso foi deletado na precoce desconexão.

Hoje, quando acaricio o “mouse”
Me pego pensando se descobri tua tecla “G”
Nunca mais consegui acessar teu endereço
Já não trocamos “e-mail”
Só encontro vírus no teu “ICQ”.



(PSS: ando do-doi)
Antonio Virgilio Andrade
Enviado por Antonio Virgilio Andrade em 24/11/2006
Reeditado em 05/02/2007
Código do texto: T300233
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antonio Virgilio Andrade
Riacho Fundo - Distrito Federal - Brasil
152 textos (16228 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 14:15)
Antonio Virgilio Andrade