Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Saudades de minha terra

Ah minha doce Araripina!
Serás sempre uma menina,
Descansando por entre as serras,
Do Araripe és a mais bela,
Quanta saudade eu sinto de ti!
Quanta vontade de regressar!

Não és minha mãe natural,
Mas és a mãe que aprendi a amar.
Me recebestes ainda pequenina,
Me criastes como tua,
Em tuas ladeiras tão belas.

Fostes o cenário dos tempos mais felizes de minha vida.
Abrigas ainda hoje aqueles que tanto amo.
E os que não mais estão contigo,
Por te amarem como eu te amo,
Sentem a saudade que sinto.

Pisar novamente o teu solo,
Respirar novamente o teu ar,
Me faz rejuvenescer, reviver
Em cada rua uma história,
Em cada história uma vida.

Minha Araripina, quanta saudade!
Carrego comigo sempre as lembranças,
De um povo amigo, que é o meu povo,
De uma cidade linda, que é a minha cidade
Com os olhos imersos em lágrimas mais uma vez eu lhe digo:
Quanta vontade de regressar!


Cinthya Danielle dos Reis Leal
Enviado por Cinthya Danielle dos Reis Leal em 25/02/2005
Código do texto: T5160
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cinthya Danielle dos Reis Leal
Petrolina - Pernambuco - Brasil, 40 anos
165 textos (73369 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:45)
Cinthya Danielle dos Reis Leal