Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEU PRIMEIRO AMOR

QUANTO TEMPO JÁ SE PASSOU
QUANTA RECORDAÇÃO BONITA
EU ERA APENAS UMA MENINA
MAS MINHA MENTE JAMAIS APAGOU

HOJE TENHO OUTRA VIDA
MAS MINHA ESSÊNCIA CONTINUA
A ALEGRIA QUE ME DESTE AINDA É VIVA
ATÉ HOJE AQUELA MENINA AINDA É TUA

OS ANOS SE ARRASTAM LIGEIRO
A VIDA É COMO AVE DE RAPINA
MAS O TEMPO NÃO APAGA O AMOR PRIMEIRO
AQUELE AMOR QUE PRA TODO O SEMPRE ALUCINA

NUNCA EM MEUS LÁBIOS EU SENTI
O SABOR DA PELE DA TUA BOCA
ESSE DESEJO REALIZAR NÃO CONSEGUI
É UM SONHO QUE LEVAREI PELA VIDA TODA

SEMPRE FOMOS DOIS CORPOS DISTANTES
ESSA FOI DA VIDA A NOSSA SENTENÇA
MAS PARA MIM SEMPRE SEREMOS AMANTES
PORQUE VOCÊ MARCOU A MINHA EXISTÊNCIA

QUE SENSAÇÃO DE PRAZER
SINTO AGORA AO IMAGINAR
O QUE PODERIA ACONTECER
SE AGORA PUDÉSSEMOS NOS ENCONTRAR

TALVEZ TIVESSE A MESMA TIMIDEZ
A MENINA PURA E INGÊNUA IRIA VOLTAR
OU TALVEZ TIVESSE A TUA LUCIDEZ
E COMO VOCÊ IRIA ME SEGURAR

VOCÊ RESPEITOU MINHA PUREZA
EU TE AMEI SEM MALDADE
VOCÊ ME TRATOU FEITO UMA PRINCESA
E É DESSA PUREZA QUE SINTO SAUDADE.


MILLY
Enviado por MILLY em 20/10/2005
Código do texto: T61520
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MILLY
Rio do Sul - Santa Catarina - Brasil, 52 anos
56 textos (3275 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:15)
MILLY