Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pastel de Vento

Toma o sonho
Lá vem o dia
A luz se apaga clara
Clara luz do dia.

Mesmo que seja arredia
A cria no monte longe
O olhar se perderia.

Esperar ver
Sonhos brotam do chão
Cultivar...ser
Esfriar o canhão
Sem perceber
O encanto em esperanto
Chamarei teu nome

Místico.

Remexe toda magia
Beija-flor
Copula rosa com tal maestria.

Mexe que mexe
Irradia
O veneno, vinho lindo
O som da ventania...

Toma conta do meu segundo
Meu escudo surdo-mudo
Uma parte do meu pedaço.
Viver à toa eu sabia
O olhar se perderia.

Viver à toa e eu sabia
Que o olhar se perderia.
Docca Soares
Enviado por Docca Soares em 23/08/2007
Código do texto: T620121

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Docca Soares). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Docca Soares
Curitiba - Paraná - Brasil, 43 anos
24 textos (922 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 13:09)
Docca Soares