Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NÃO SE ASSUSTE É SÓ O VENTO BALANSANDO AS FOLHAS LÁ FORA

     
                                                     ''DEDICADA À VELHA BRUXA''
                   QUANDO DEMORO A LHE RESPONDER
                             DEPOIS DE TANTO TEMPO,
             PENSO QUE NEM MESMO AGORA DEVERIA ESCREVER
     VERSSOS REAIS E TRISTES QUE SÓ ALMENTARÃO SEU SOFRER.

           DE MODO  QUEIMANDO A PONTA DA AGULHA,
          DESENHANDO CIRCULOS NA PALMA DAS MÃOS.
                  NÃO SOU O MESMO A ESCREVER,
       ISSO TEM ME DEIXADO DEPRIMIDO E AGRESSIVO.
 
 MINHA MENTE OUCUPADA DE VAZIO DEIXAS EM CALIDOS PESARES.
                  AOS QUE DESCONHECEM AS NOVIDADES.
 AGORA SABE, ESTIVE TÃO TRISTE QUE DISSE O ANTEPENULTIMO VERSSO DAQUELA CANÇÃO ''OS FUNERAIS DO COELHO BRANCO.''

                    PENA QUE NÃO MUDOU DE CASA,
                OU QUE OS CORREIOS EXTRAVIARAM.
    VOÇÊ SE MATOU NÉ, PORISSO NÃO RECLODISTE O TÍTULO.


         ''DEDICADO AOS DIAS QUE NINGUÉM OUVIA SEUS GRITOS,
           POIS O SANGUE EM SEUS LÁBIOS NÃO NOS FASCINAVAM.''

     

 
   
DIEGO HUXLEY
Enviado por DIEGO HUXLEY em 10/09/2007
Reeditado em 10/09/2007
Código do texto: T646694

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
DIEGO HUXLEY
Sobradinho - Distrito Federal - Brasil, 30 anos
221 textos (11169 leituras)
1 áudios (42 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 06:15)
DIEGO HUXLEY