Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DEIXO VOCÊ IR...

Deixo você ir
Nem tento te impedir
Te peço apenas:
Não me esqueças...

Pois que do amor
A maior das penas
É a saudade causando dor.
Das minhas lágrimas, despedida
Sou tua alma querida
Assim como estás em meu ser
Te guardo, sou tua guarita.

Es a vida da minha vida
Do meu corpo o êxtase
Da minha mente a certeza
Entre o raciocínio e a razão
De que juntos somos um só
Corpo, alma e coração.

Deixo você ir
Mas antes aviso a minha boca
Que controle a vontade louca
De gritar teu nome até ficar rouca

Deixo você ir
Mas aos meus olhos devo avisar
Por certo tempo, perderão seu olhar
A me seguir e me acompanhar

Deixo você ir, mas antes aviso
Aos meus ouvidos
Guardem teus sons comovidos
Meu consolo prometido
Aos meus ombros, meus seios
Que tua língua não fará passeio
Palpita meu íntimo em devaneios.

Deixo você ir, mas antes aviso
Ao ventre
Que teu doce leite
Em mim não estará presente.
A minha vulva
Que se ainda vier a sangrar
Não é por desencanto teu ausentar.
As minhas coxas e meus pés
Que ao saber irão tremer talvez
A espera que nessa história, haja um revés

Não quero, mas deixo você ir
Pois meu corpo está marcado
Das sensações que não vão contigo partir
Este é para ti meu recado
Do prazer que permanece
E queria que fosse sem fim
Dizendo que te deixa ir,
Da boca para fora
Que por dentro diz: volta depressa para mim.

GABI BORIN
Enviado por GABI BORIN em 10/09/2007
Reeditado em 03/05/2011
Código do texto: T647130

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
GABI BORIN
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 46 anos
121 textos (15893 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 02:50)
GABI BORIN