Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu, a cadeira e as lembranças.

Eu sento na varanda numa cadeira de balanço
Que vai para frente e para trás.
A brisa fresca que vem do mar
Empurrada pelas ondas. Quanta paz!

Lembro do tempo que era moço
E não tinha paciência para me sentar.
Ficava a procura de conchinhas,
Rolava na areia e pulava no mar.

De manhã cedo. Bem cedinho;
Saía descalço a caminhar
Contemplando o amanhecer
E os raios do Sol se banhando no mar.

Mas como o tempo não para
E na vida tudo passa.
Fico eu, a cadeira e as lembranças
Da época de que em tudo achava graça.
Pedro Henrique Sabater
Enviado por Pedro Henrique Sabater em 11/09/2007
Código do texto: T647189
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Pedro Henrique Sabater
Wenceslau Braz - Paraná - Brasil, 31 anos
515 textos (63036 leituras)
1 áudios (21 audições)
1 e-livros (192 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/08/17 06:30)
Pedro Henrique Sabater