Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto




CHÁ DE JASMIM

Nadir A D’Onofrio


Pratos de porcelana
Que suas mãos
Inúmeras vezes tocaram
Descansam hoje solitários.

Presença constante, recepções festivas
Comemoravam sua chegada!
Outrora, empilhados, calados
Testemunharam a partida.

O calendário, em vermelho marcado
Avisa-me que, mais um ano passou!
Dessa vez, você também não regressou
Baixelas, cristais, em espera infinda.

Na textura do linho
Bordados com carinho
Filigranas de planos, sonhos
Arremates coloridos da ilusão.

Na xícara, o mesmo chá preferido!
Sorvo gole à gole a saudade
No paladar, não percebo sabor do Jasmim
Só amargor da solidão... que não terá fim...

07/09/2007 17:41 hs
Serra Negra SP

Respeite Direitos Autorais

Mid:nearness
Imagem Ilustrativa:
http://farm1.static.flickr.com/190/455621335_17b3042598_m.jpg

Nadir DOnofrio
Enviado por Nadir DOnofrio em 29/09/2007
Reeditado em 27/04/2011
Código do texto: T674147

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nadir DOnofrio
Santos - São Paulo - Brasil
941 textos (97097 leituras)
145 áudios (12838 audições)
18 e-livros (4289 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 11:41)
Nadir DOnofrio

Site do Escritor