Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BELO

Cresci te vendo crescer
Nas brincadeiras de “esconde-esconde”, estava lá
Imponente, dono da manhã e do entardecer
Antes, porém nada podia te abalar

Você viu passar por ti muita gente
O homem triste por um amor perdido
O pobre mendigo indigente
Até o gatinho mimado e querido

Passou por ti grandes alegrias
Por exemplo, o meu primeiro amor
Eu até relembro aqueles dias
Que me encantei com a beleza de uma flor

Muito hoje te despreza
Não entendem como é vital
Hoje o mundo é pura pressa
Não percebem o quanto é especial

Eu fui embora pra outro lugar
Mas jamais esquecerei como era belo
Como é importante sua sombra e seu ar
Meu lindo e florido, Ipê amarelo!

Luciano Becalete
Enviado por Luciano Becalete em 30/09/2007
Reeditado em 02/10/2007
Código do texto: T675232
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Luciano Becalete
Mogi Guaçu - São Paulo - Brasil
462 textos (210160 leituras)
24 áudios (12973 audições)
1 e-livros (539 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 04:35)
Luciano Becalete