Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESPEDIDA


           
   

            TRISTE MADRUGADA
     EM QUE ABANDONASTE O LEITO
            E ME DEIXASTE SÓ.
       EM AFLIÇÃO E EM  PRANTOS
        ATRAVESSEI A NOITE,
     SENTINDO GOTEJAR O SANGUE
  NO FRACO COMPASSO DO TEU RESPIRAR.
              ENTRISTECIDA,
        COM ARDOR NO PEITO,
       VISLUMBREI O NOVO DIA
          E O NASCER DO SOL,
      QUE  TROUXE  MAIOR DOR
      COM O NOVO AMANHECER.
          MINHA ALMA CLAMA
       TÃO CEDO ABANDONADA...
       SEM ENCONTRAR ALENTO,
          VELEI TEU CORPO
            INERTE E FRIO,
        ENTREGUEI-TE A DEUS,
            PEDINDO PAZ
          E DESDE, ENTÃO,
           CHORO POR TI.
ANACLARA RIBEIRO
Enviado por ANACLARA RIBEIRO em 02/10/2007
Código do texto: T677825
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ANACLARA RIBEIRO
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil
108 textos (5317 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 12:51)
ANACLARA RIBEIRO