Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sol



O lindo sol que sempre aqueceu minhas manhãs,
Perdeu-se no horizonte infinito
Nunca fora antes tão distante
Nunca fora antes tão bonito.

O Sol perdeu o brilho nas manhãs
A musa que era bela
Deixou-me a tua espera,
Sem aviso, sem quimera.

A lua de dó veio me visitar,
Deu-me luz, deu-me abrigo
As noites não são mais sombrias,
Porém, não tenho mais os dias,
O brilho majestoso do Sol.

Sem o teu forte abraço
Sem o teu aconchego
Tua luz e tua magia
Tenho só desconforto
Sinto-me cálido e morto.


Ivan Amado
Enviado por Ivan Amado em 15/10/2007
Código do texto: T695205

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ivan Amado
Alagoinhas - Bahia - Brasil
18 textos (967 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 17:02)
Ivan Amado