Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

E.V.E.O.U

Ao vento mar, arreio leve;
Que com Brás – Cubas se escreve;
De tão cansado se entorpece;
E de sadio se envelhece.

E em Coimbra se esquece;
Achando em si, um chateréfe;
De um velhinho Mequetrefe;
Que acha que para nada serve.

Não sabes o senhor velhinho, que não acabou;
Que nada ainda começou;
Da sua vida que ele mesmo desperdiçou...

Mais saibas ainda este velhinho;
Que o guardo com carinho;
Em meu coração de carrinho.

Bruno Martinez
Enviado por Bruno Martinez em 20/10/2007
Código do texto: T702559
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Bruno Martinez
Barra do Garças - Mato Grosso - Brasil
6 textos (375 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/08/17 06:14)
Bruno Martinez