Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Saudade

Vago sem rumo, Caminho incerto
Pensamentos dispersos, complexas reflexões
Sonho alto, memória em lapsos
Falo baixo, pra ninguém me notar
Confusos lamentos, me faltam argumentos
O que quero e o que penso, não consigo demonstrar
Quando coisas simples acontecem, sem explicação
Procuramos resposta, encontramos solidão
A distância não se desfaz, mesmo com lembranças em vão
Seu retrato sempre estará lá, no mesmo balcão
Quando amigo se vai, e não sabemos pra onde ir
O que resta é lembrar, mas não chorar...
E sim sorrir!!! Afinal, era o que costumávamos fazer antigamente!!!

Um amigo é sempre um amigo! Não importa a distância ou o tempo. Por issso Cleiton, onde quer que esteja, sempre nos lembraremos de você!!! Valeu, você deixou saudades cara!!!
Esse é a minha homenagem... Não saberia fazer de outro jeito.

É tão estranho... os bons morrem jovens!!!
João Paulo Brubacher
Enviado por João Paulo Brubacher em 20/10/2007
Reeditado em 20/10/2007
Código do texto: T702920

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João Paulo Brubacher
Esteio - Rio Grande do Sul - Brasil, 32 anos
33 textos (1099 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 05:40)
João Paulo Brubacher