Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

As Asas da Saudade

Nas lembranças do tempo
Havia uma criança que sonhava ter asas
E com elas voar
Sobre toda a amargura de uma vida,
Era tudo tão mágico e real
Que as asas da fantasia
Permaneciam como algo transcendente,
Algo que só ele via e resguardava no silêncio.

Ainda hoje ele viaja,
Enquanto toda a gente sonha, ele realiza.
Destemido, sobrevoa oceanos, vales, montanhas
E na penumbra da noite,
Banhado pela lua,
Acariciado pelas estrelas,
Invade o mais pequeno dos espaços,
Contemplando o maior dos sentimentos.

Com os olhos cravejados de lágrimas,
Não de dor, mas sim de pura alegria,
Acaricia a face da sua amada,
Sussurra-lhe palavras
Que aos olhos de quem nunca sofreu por amor,
Mais não parecem
Do que uma junção de letras complexas, desconexas,
Mas ali, naquele momento,
Naquele silêncio angustiante,
Tenta preencher o vazio com palavras,
que contemplam a saudade que sente,

A doçura daquele anjo dormindo
Prova-lhe mais uma vez
que um sonho, quando dividido,
deixa de ser impossível
Sérgio Costa
Enviado por Sérgio Costa em 20/10/2007
Código do texto: T703014

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Nome de autor e link obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sérgio Costa
Portugal
23 textos (1044 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 06:09)