Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu Eterno Avô

1967, 7 de agosto.
Você partiu para sempre.
Como chorei este dia...
Fecho os olhos e ainda te vejo...

Lá ia eu pelos meus 13 anos então.
Foi minha primeira triste perda.
A terceira viria 16 anos depois;
Partiria ao seu encontro, Vovô, meu Pai.

Sempre fui seu neto predileto;
Bem sei o carinho que tinhas por mim...
Mas nunca mais voltou para dizer um alô.
A saudade ainda bate forte...

Vem, vem me orientar...
Preciso sair desta solidão – distância,
Quero voltar pra casa e lá ficar...
Estar junto da minha esposa,
Ficar perto dos seus bisnetos.

Felipe 24/11/07 – Parauapebas
Felipe Antonio Martinez
Enviado por Felipe Antonio Martinez em 03/12/2007
Reeditado em 17/12/2007
Código do texto: T763118
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Felipe Antonio Martinez
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 63 anos
125 textos (7619 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 18:22)
Felipe Antonio Martinez