Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A MORTE DO POETA!

    O dia  amanheceu triste e nublado
    Não se viu passarinhos pelo arvoredo
    Nos campos flores não desabrocharam
    Borboletas sumiram se encantaram..

    A tarde ouviu se um canto triste
    De um estranho pássaro que voou
    Pousou no galho da amendoeira
    A ali... Muito aflito soluçou..

    Quatro da tarde ! Tudo escureceu!
    Intensa luz!!! o céu ficou  iluminado
    Foi nesta  hora que o poeta morreu!!!

     Noite de preces e lágrimas dolorosas...
     Aconteceu  um milagre  comovente!!!!
     Uma  chuva de pétalas de rosas!!!!

FLOR DO CAMPO
Enviado por FLOR DO CAMPO em 28/11/2005
Código do texto: T77718
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
FLOR DO CAMPO
Maceió - Alagoas - Brasil, 73 anos
20 textos (1134 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:29)