Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Flor-de-Maio ...

Pequenina Flor-de-Maio cá das serras,
Paraíso de esperanças que há em mim,
Minha alma já migrou pras tuas terras,
Em tua busca ... a procura vai ter fim.

Caminhei pelas campinas verdejantes,
Adormeci sob um céu de mil estrelas,
Ouvi suspiros de florinhas flamejantes,
Ao som da brisa a cantar feliz ao vê-las.

Acordei pelas manhãs ouvindo a festa,
Da passarada como em suave sinfonia
No horizonte, o sol banhando a floresta,
Que em bailado acompanhava a melodia

Pequenina Flor-de-Maio estou chegando,
Saudade foi a companheira no caminho,
Na caminhada, todo tempo alimentando,
A esperança de encontrar o teu carinho.

Trago na face o sorriso de um menino,
No peito ardente, terno e meigo coração.
Vê como pulsa amoroso o pequenino?
De tão pequeno cabe inteiro em tua mão.



José Antonio Siqueira
Enviado por José Antonio Siqueira em 13/01/2006
Código do texto: T98483
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Antonio Siqueira
Itariri - São Paulo - Brasil, 67 anos
33 textos (1630 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 08:06)
José Antonio Siqueira