Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amargura

Choro lágrimas amargas e sentidas,
choro em silêncio as dores da vida.

Sangra o meu coração
pelos sonhos desfeitos e amores idos.
Lamenta minha alma os dias vazios,
as horas e os minutos do tempo perdido.

Sofre o meu corpo ressequido
a dor intensa,
lancinante ferida exposta,
da cruel solidão.

Choro lágrimas amargas e sentidas,
choro em silêncio as dores da vida.

Ardem meus olhos com a tristeza infinita,
rolando por minha face
em gotas frias.

Crispam-se minhas mãos calejadas,
à procura de um toque,
no triste encontro do nada.

Grita em agonia a minha voz abafada,
morrendo no silêncio da indiferença,
sem jamais ser ouvida.

Choro lágrimas amargas e sentidas,
choro em silêncio as dores da vida.

Choro desencantos,
choro em dores e flores.
Choro a vida,
choro todas as ilusões
Por mim perdidas.
Regina SantAnna
Enviado por Regina SantAnna em 22/01/2006
Código do texto: T102275
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Regina SantAnna
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
24 textos (1397 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:40)
Regina SantAnna