Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UTOPIA DA LIBERDADE

Meio dia badala o sino
Embala o hino da Ave Maria
Meio dia o sol a pino
Na senzala o menino
pra mãe sorria!

Meio dia o sol ardia
Clareando o horizonte
Dos verdes montes
Sem fim daqueles cafezais;

Dezoito horas o sol se escondia
Do vento norte forte se ouvia
E ecoava no peito cansado e sofrido
O lamento sentido dos ancestrais...

... negrinho, contente, sorria
Inexperiente da dor que havia
Amparado no amor e protegido
Por quem escondia seus ais...

É noite agora sob céu estrelado
E começa a dança de puro gingado
Inspirado no regalo da comilança *  (* feijoada)
Que o próprio negro inventou;
Os Senhores ouvem -  extasiados
Na Casa Grande -  entrincheirados
A canção de exílio e de auto-confiança
Que naquele momento os libertou!...
Lourenço Oliveira
Enviado por Lourenço Oliveira em 07/03/2006
Reeditado em 02/04/2010
Código do texto: T119808
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lourenço Oliveira
Salesópolis - São Paulo - Brasil
1277 textos (109620 leituras)
23 e-livros (1394 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 10:27)
Lourenço Oliveira