Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Chuva

Quão grande sois
Ó chuva, pois
Afluis robusta!
Reinas augusta!

Chegas ao raso
Ganhas o ocaso
Em cada flor
Pulsa teu amor.

Calores o ermo,
O campo enfermo,
A fértil terra
Que vida encerra

Nesse recanto
Ouço teu canto.
Naquele vão
Teu coração.

Riso celeste
Vives no agreste
Também no gelo.
Oh! Quem não vê-lo?

Não és, porém,
Tu, nem ninguém,
Igual. Maior
Que a minha dor.
Moreira Gaspar
Enviado por Moreira Gaspar em 24/03/2006
Código do texto: T127959
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite a autoria de João Paulo Gaspar). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Moreira Gaspar
Acopiara - Ceará - Brasil, 28 anos
48 textos (3420 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 23:58)
Moreira Gaspar