Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOLIDÃO

Não há nada mais dolorido que a solidão
Ela vem devagarinho e sem perceber se instala no coração
Só notamos a sua presença quando já é tarde demais
Quando tudo perde o sentido
E já não temos mais forças para combatê-la

Até tentamos algumas reações
Porém sem resultado obter
Prostrados, nos deixamos por ela consumir
Sem nem ao menos resistência lhe impor

O sentido da vida aos poucos vai deixando de existir
Dificultando nossa visão das coisas
Tornando-nos escravos dessa tristeza imensa
Que aos poucos nos corrói o coração

Cada minuto de solidão parece eterno
Tal qual a angústia que sentimos
Não há nada que preencha
Pois ela tomou todo o espaço que havia em nossos corações.

 Nada pode descrever a solidão
Apenas a sentimos
Choramos
Morremos
BEA
Enviado por BEA em 08/05/2006
Código do texto: T152807
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
BEA
Curitiba - Paraná - Brasil
19 textos (39774 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 18:02)
BEA