Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LAGRIMAS



A brisa fresca e teimosa
Tentando me ver chorar
Olhando o mar soluçando
Isso me faz relembrar

Os dias tristes que passo
Imaginando no além
Minha tristeza é tão grande
Que chama atenção de alguém

Alguém tão especial
Que tanto me fez chorar
Hoje me encontro sozinha
Sem ter esse alguém pra amar

As lágrimas que correm soltas
Como chuva no telhado
Se olharem na vitrine
Verão meu rosto m olhado

Essas lágrimas que rolam
Só meu peito sente a dor
Porem as lagrimas mais tristes
São de crianças sem amor

Quando vejo seus olhinhos
Cheios de lágrimas molhados
É a expressão mais triste
Não pode ser copiada

Dizem que homem não chora
Mas não posso acreditar
Pois já vi homem chorando
Só não pude consola-lo

Quero fechar esses versos
Dizendo a todos vocês
Que as lágrimas mais tristes
São as lagrimas de um plebeu
Que chora a falta de pão
A falta dos filhos seus
Chora a falta comida
Sua esposa que morreu
Até mesmo os amigos
Também desapareceram.

Dolores da Silva
Enviado por Dolores da Silva em 12/05/2006
Código do texto: T154591
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dolores da Silva
Paragominas - Pará - Brasil, 66 anos
25 textos (1163 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 16:23)
Dolores da Silva