Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vicios

Vício é verme, que penetra a pele,
Destruindo a carne, a alma e a mente,
Tráz sofrimento para a mãe,
Fome ao filho,
E para a jovem esposa,
Um leito vazio...

Vício é lama negra,
escorrendo no rio.
Erva daninha no bosque,
Da flor o espinho.
Entala na garganta,
Estremece as ancas,
Fazendo do ser, uma vida manca.


Rasga a seda,
Desmancha a cama,
esvazia a mesa,
desaloja a criança.

Vicio é maldito,
faz do amigo, inimigo.
Tira do lar os filhos,
afasta a esposa.
Oferece a sargeta,
roupa poeirenta,
uma péssima aparência.

Mas ainda acredito,
que mesmo sendo grande o vício,
é possivel ser maior do que ele,
insisto em clamar ao Senhor,
que dê calor a quem tem frio,
alimento ao estomago vazio,
Teto ao desabrigado,
saúde ao enfermo e desesperado...


Mas Senhor, não permita
que o vicio malvado,
cruel e voraz,
tire sem piedade,
tudo o que de bom nos oferta.
Não deixe nos lares as dores,
não apague a tinta na folha do poeta.

Que exista a vitória no final,
que realmente o bem supere o mal.
Que o sangue que jorra da alma do viciado,
estanque com o apoio e amor desregrado.

Trazendo calor aos braços gelados,
trazendo a paz ao lar agitado.
Acalanto para a mãe,
Alimento para o filho,
Amor para a esposa.
E um largo e vitorioso sorriso,
Ao jovem guerreiro,que fez um resgate,
da alma, dos nervos, da sua melhor parte.






Princesa Lara
Enviado por Princesa Lara em 06/06/2006
Reeditado em 07/06/2006
Código do texto: T170720
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Princesa Lara
Santo André - São Paulo - Brasil
116 textos (6717 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 07:46)
Princesa Lara