Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Augusto e Carolina

Augusto saiu do sertão
com a promessa de voltar
e mudar sua sina
Era a espera de Augusto
que angustiava Carolina

Na cidade de São Paulo
a gosto de Deus
Augusto viveu um agosto
e encontrou emprego humilde
de salário à contra gosto

Augusto não desistiu
em apenas um mês
e foi mudar sua sina
porque sabia que era a espera de Augusto
que angustiava Carolina

Na cidade de São Paulo
passou fome
Foi operário em construção,
conheceu "Constantine"
Aprendeu a ter amigos,
melhorou  a profissão

No trabalho mudar a sina...
Era Augusto em reconstrução
Entrou na escola,
ouviu repetida
em música sua história,
ficou feliz
e quis voltar pro sertão

Chegando no sertão
Augusto viu recente
morte de Carolina
que não morrera de fome,
nem morrer de sede
foi sua sina

O que fez  Augusto
partir do sertão (depois)
em agosto qualquer,
foi o desgosto, a morte e a sina

Um sempre lembrar...
Que era a espera de Augusto
que angustiava Carolina

RLisboa - RG-DF 01.08.01 (pão e mandioca - raízes sertanejas)
RLisboa
Enviado por RLisboa em 26/06/2006
Reeditado em 26/06/2006
Código do texto: T182457
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
RLisboa
Brasília - Distrito Federal - Brasil
41 textos (3126 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 22:31)
RLisboa