Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


HOSPITAL




Nada mais horrendo que hospital
Sofre-se por antecipação e por final
A cama é como uma prisão sem luz
Sei que aqui carrego a pesada cruz

Entra um , sai um, barulhos ..e nada
Esta dor infame aqui abandonada
Meu espírito dorme e já não reage
Diante da realidade minha alma foge.

Chega o médico, ou o enfermeiro
Meu olhar é de nojo quase certeiro
Pensam que me enganam com palavras
Mas, estou lúcida e muito brava

Detesto todas as cores do hospital
A assepsia demasiada em geral
Sinto falta da liberdade de humana
Penso em fugir, mas a saúde engana

Ecoa os sinos da Igreja Episcopal
Ouço da minha cama deste hospital
Talvez o que eu ouça seja um sinal
Que meus tormentos terão “o” final

Malubarni
Enviado por Malubarni em 05/07/2006
Código do texto: T188156

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Malubarni
Vila Nova De Gaia - Porto - Portugal
595 textos (118406 leituras)
2 áudios (277 audições)
3 e-livros (397 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:14)
Malubarni