Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sedenta de escuridão



    Cai a noite novamente

    Surge a Lua com seus raios prateados

    Banham a cidade...

    Ele avança sobre leves passos

    Nas ruas desertas e incertas

    Em sua caça contínua

    A brisa cálida e suave vem a tona

    Ecoa nos ouvidos sutilmente,

    Feito sussuros, sussurros meus...
 
    Te invoco docemente em meus sonhos

    Você escuta meu chamado

    Seus olhos surgem na escuridão

    Me entorpece

    Minha alma encontra-se em coma

    Desperte-me do sono letárgico!

    Mais uma vez, atendendo ao meu pedido

    Encosta seus lábios frios em meus lábios flamejantes

    Selando a união dos corpos

    Suas mãos deslizam sobre minha face

    O ósculo mortal me entrega

    Cravando seus incisivos caninos em meu pescoço

    pouco a pouco, perfurando minha tenue pele

    O ritual se completa

    Torno-me uma das suas

    Sedenta de escuridão
Litlle Angel
Enviado por Litlle Angel em 21/07/2006
Código do texto: T198960
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Litlle Angel
São Paulo - São Paulo - Brasil
8 textos (1064 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 07:13)
Litlle Angel