Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PENSAMENTOS DE UM SUICIDA

NUMA GOTA QUE AO MAR TRANSBORDE
DE UMA CHUVA QUE DO CÉU DESMAIA
MEUS CASTELOS SE DERRIBAM ÀS ONDAS
SOBRE AREIAS DE DISTANTES PRAIAS

E NAS NUVENS QUE AO AR PASSEIAM
VOA A VIDA PARA ALÉM DOS MONTES
COMO OS DIAS QUE LIGEIROS PASSAM
E SE DESMANCHAM NO HORIZONTE

É ESSA VIDA QUE AOS GOLES BEBO
ATÉ QUE A TAÇA DESSA DOR DERRAME
E NESTE NADA QUE MINH'ALMA AFUNDA
DOU ALENTO AO PENSAMENTO INFAME

TIRAR-ME A VIDA POIS A VIDA É BREVE
UMA TARDE TÃO BRUMOSA E FRIA
UM SONHAR QUE AO DESALENTO SEGUE
UM VIVER A VAGUEAR AO DIA

SEM OUTRA CAUSA OU QUERER
A ESPERANÇA MORTA E VADIA
SOMENTE UM PENSAR EM NÃO SER
NÃO SENDO O QUE SE QUERIA
fabiano muniz
Enviado por fabiano muniz em 05/08/2006
Reeditado em 05/08/2006
Código do texto: T209724
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
fabiano muniz
Santos - São Paulo - Brasil, 41 anos
44 textos (7452 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 05:10)
fabiano muniz