Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

" Inverno Sem Rumo "

   Fria e escura essa noite
   As estrelas não apareceram
   A lua crescente sumiu
   Existe um silêncio interminavel
   Que as vezes é quebrado
   Com um pulsar do coração
   Uma respiração inconstante
   Um vento sombrio
   Nada consegue quebrar essa noite
   O amanhecer vem vindo
   As corujas o galo continuam anunciado
   Que mais um dia vem chegando
   O dia vem clareando
   O nascer do sol aparece com a esperança
   Mais uma vez o silêncio é quebrado
   Com as gargalhadas de uma criança
   O céu azul tomado por nuvens
   Uma pipa passeia pelo céu
   Colorindo e alegrando
   As tulipas radiando cor
   Um perfume suave
   Misturado ao vento gelado
   Percorre um alguém
   Que vem caminhando desde o anoitecer
   Ele resolveu conhecer as sensações
   A simplicidade da vida cotidiana
   Que nesses momentos de sem rumo
   Percebe o que é bom
Carine Ramos
Enviado por Carine Ramos em 05/08/2006
Código do texto: T209815
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Carine Ramos
São Gonçalo - Rio de Janeiro - Brasil, 37 anos
38 textos (2084 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 02:15)
Carine Ramos