Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Rosas de vidro

As rosas de vidro,
são amores sem sentido,
encontros omitidos.

Noites mal dormidas,
a espera de paixões perdidas.

Dou-te rosas de vidro,
e me diz que o amor esta perdido.

Um dia corrompido,
pelo coração ferido,
de dois amantes errantes.

É triste acabar o que não começou,
e viver um novo amor, sem saber o que dizer,
há quem um dia amou você.

E só o que restou,
foram rosas de vidro,
e um coração ferido.
Thiago Alves
Enviado por Thiago Alves em 23/08/2006
Reeditado em 18/09/2006
Código do texto: T223254

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor,cite o nome do autor e o link para a obra original,cite o nome do autor e o link para o site "www.sitedoautor.net"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Thiago Alves
Petrolina - Pernambuco - Brasil, 27 anos
29 textos (3788 leituras)
2 e-livros (136 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 07:16)
Thiago Alves