Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Classificados

Vende-se uma tristeza. É antiga, usada, velha. Mas ainda tem força, ininterruptamente. Vende-se uma tristeza que marcou uma vida, que deixou suas marcas, que infiltrou-se e progrediu. Uma tristeza sem fim, sem chaves, sem portas. E agora sem uso.
Compra-se uma praia deserta, sem casas, sem luzes, sem caras fechadas, sem senões. Exige-se mar azul para um banho ao pôr-de-sol e uma areia fofa para apreciar o nascer do sol.
Patrícia Linden
Enviado por Patrícia Linden em 24/08/2006
Código do texto: T224135
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Patrícia Linden
São Paulo - São Paulo - Brasil
25 textos (2042 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:11)