Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

10 de junho

Escapa magra e insolente a
Mágoa por entre as dores do
Meu peito negro, e vaga, o vago.
Corpo velho por entre torturas!

Sim! Pode vir que eu já estou
Te aguardando deitado ao meu
Leito junto com os meus remédios
E com a boca amarela e seca.

Esta figura! Sim! Esta figura
Maldosa e maltratada está como
O não, se afogando em verbos.

Meu corpo e minhas palavras
Tem me martirizado e as pessoas
Agora, parecem fantasmas.

verme do riacho
Enviado por verme do riacho em 06/09/2006
Código do texto: T233918
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
verme do riacho
Juripiranga - Paraíba - Brasil, 30 anos
6 textos (42 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 16:04)
verme do riacho