Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PALIDA AGONIA

Profunda dor meu pálido rosto inunda,
Mórbida langidez banha meus tristes olhos.
Ardem sem sono as pálpebras doloridas
Quanto sofro por ti e por seus encantos.

E seus encantos onde o amor se estende,
Nessa linda tez a cor de rosa.
Por ti sofro tanto e não entendes,
Este amor de fogo a beleza tão airosa.

Não faça do meu amor o teu eterno escravo,
Deixa-me sentir sua volúpia por um momento.
Eu lhe suplico apenas um leve sorriso,
E não continuarei com esse grande tormento.

O desalento é o que pressinto agora,
Pelas descrentes palavras que me disseste.
Se pretendi teus doces lábios em outrora,
Vida malfadada não os me concebeste.

Se agora padeço num longo soluço,
É por ti donzela! Que não me aceitou.
Por nobre sofredor que pareço,
Com brilho seus olhos jamais me olhou.

Seu olhar incerto parece me desdenhar,
Procuro entender o que ele me diz.
Longa meditação e nada consigo captar,
E continuo a ser um lamentável infeliz.

Rogo a Deus para que voçe possa ouvir,
Meu canto de amor que só me inspira.
Mais uma agonia macabra em meu porvir,
Que corrói o meu coração e me devora.

Quantas noites tristes e vazias,
Na minha solidão tenho enfrentado.
Foi por esta louca sina em demasia,
E por este sentimento mal aventurado.

Lágrimas sinto agora deslizar,
Na minha pálida fronte ditosa.
Sinto o fogo nas pálpebras queimar,
Pela donzela tão meiga e formosa.

Trago nos solitários pensamentos,
Esta certeza de estar descrente.
Por nada conseguir nestes tormentos,
Por este amor que queima tão ardente.

Se pretendi te-la sempre ao meu lado,
Agora sei que não passou de uma loucura.
Eu poderia ser seu eterno namorado,
Só me restou a dor de uma amargura.

É impossível amar; esta mão fatal,
Marcou na minha vida um destino.
Porque sou um poeta infeliz afinal,
Por não ter a donzela que tanto estimo.

Por ti longas horas passei poetando,
Por descrer da dor que está me partindo.
Por ti longas noites velei chorando,
Por ti nos sonhos morrerei sorrindo.



Marolla
Enviado por Marolla em 14/09/2006
Reeditado em 10/10/2016
Código do texto: T240200
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marolla
Araçatuba - São Paulo - Brasil, 8 anos
41 textos (1873 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 21:30)
Marolla