Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Paz aprisionada



Seres bizarros caminham
Por entre pedras e pouca emoção.

Nebulosas e invisíveis
Chagas atormentam
A alma disforme
E retirante.


Perigo no olhar da estrela
Reticente e de pouca luz

Flores de plástico,
Enfeitando a sala-prisão,
Onde  se encontram
Vida e  Morte  em constante disputa.

Julgamento levitando
Na escuridão.

Paz aprisionada no sótão...
Desilusão ...



SueliFajardo
Enviado por SueliFajardo em 16/09/2006
Código do texto: T241817

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
SueliFajardo
Jandaia do Sul - Paraná - Brasil
942 textos (29988 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:52)
SueliFajardo