Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cala-se uma voz...



Letras dissonantes
Palavras errantes
Frases mal articuladas
Mensagens não captadas.

Falar já não podes.
Nem prosa, nem versos, nem odes.
Emudece-se a voz
O silêncio é teu algoz.

Lábios tremulantes
Incoerências a balbuciar
Olhos distantes
Ao infinito fitar.

Apatia, solidão, impotência.
Impregna o corpo exaurido.
Da alma, da essência...
Silêncio, lamento, gemido...



E-book  Meu Pai...
Lubispo
Enviado por Lubispo em 21/09/2006
Código do texto: T245792
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lubispo
Tapiramutá - Bahia - Brasil, 61 anos
38 textos (1629 leituras)
1 e-livros (18 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 07:51)