Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


Sou farrapo desconjuntado,
De sarapilheira mal tecida,
Remendado foi meu destino,
Triste karma, a minha vida!

Pensava que para amar,
Só bastava ter coração,
Mas voltei a m'enganar,
Fui entrando em perdição

Com o medo de não te ter
A vil ciume me abracei,
Acabei, por mais sofrer,
Ainda és meu? Eu já nem sei!

Ciume, é um vil sentimento,
Dizes-me tu, a toda a hora,
Mas bem sabes, que cá dentro,
O quanto, a minh'alma chora!
Aguarela Matizada
Enviado por Aguarela Matizada em 04/10/2006
Reeditado em 03/01/2010
Código do texto: T255981

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aguarela Matizada
Brisbane - Queensland - Austrália, 57 anos
266 textos (10830 leituras)
8 áudios (206 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 10:51)
Aguarela Matizada