Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Destino

Parece ser um dia normal, como os outros
Procuro te achar para mim nascer outro olhar
Chego a ti, como se fosse a última vez
Quero abraçar-te como se fosse a última vez

Mas ti vejo longe de mim
Por que me deixas aqui solitário?
Mas por segundos vejo que minha mente me engana
Vejo que deixar-te terei

Pensei que fosse para sempre
O Amor nos deixa cego...
Cego dos olhos, de pensamentos, das verdades
Vozes abrem caminhos em minha cabeça cheia de labirintos sem fim

Mas agora ele vem...
Vem nos separar de tudo...
Corpo, alma, pensamentos, nossos corações!
Não podemos fazer nada... Infelizmente!

Quando se ama, muitos não gostam dele
Ele vem quando menos se espera
Nos pega desprevenidos, sem reação ficamos
Nos machuca por dentro

Não quero fazer isso
Não quero lhe ver assim
Mas não me resta outra escolha
Tenho que dizer... Que chegou ao fim!
Belém
Enviado por Belém em 04/10/2006
Código do texto: T256288
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Belém
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 26 anos
123 textos (3866 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 02:00)
Belém