Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ânsia maldita

Eu te senti junto a mim
A primeira vez eu senti
E para nunca ter fim
Aos céus eu implorei
Pelo que já chorei
Que ele tenha dó de mim.

Sei que é ruim sonhar
Mas a realidade é ruim
Não se vive sem amar
E amando também se morre
E lágrimas pelo rosto escorre
E se sofre a cantar.

Cante a vida futura
Pensando em ti eu cantei
Mas, ela se tornou tão escura
Que eu até me arrependi
De tudo o que consenti
Encantada com sua candura.

Não tenho medo da morte
Da vida não tenho medo
Só temo que a sorte
Arrede do meu caminho
Deixando só espinho
A me sangrar o corte.

Exalei um suspiro fadado
O meu último suspiro
Junto a um grito calado
Com uma palavra não dita
Com uma ânsia maldita
Deixando o meu coração selado.
Nísia Maria de Souza
Enviado por Nísia Maria de Souza em 08/10/2006
Código do texto: T259229
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nísia Maria de Souza
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 56 anos
197 textos (3142 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 08:02)
Nísia Maria de Souza