Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Triste

Triste de quem ama, cego quem se fia
Em vozes não ouvidas - promessa vã ! -
Em sonhos irreais que pela manhã
Desaparecem no raiar dum novo dia.


Triste de quem espera e que nunca alcança
O desejo último, última tentação,
A que fará reviver o coração
Numa derradeira réstia de esperança.

 
Triste de quem quer viver mas não tem alma,
Que julgando tudo ter, falta-lhe a calma
Por não saber onde a alegria mora.


Triste de mim ! Amo, espero e quero crer
Nessa quimera que me faz viver,
Mas que me mata um pouco mais a cada hora !
Cri
Enviado por Cri em 20/06/2005
Código do texto: T26368
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cri
França, 58 anos
30 textos (7245 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:48)
Cri