Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A grande ida

Quando meus lábios se perde em calmaria,
Como há vida brilha nessa ida descompassada,
Como há dor é uma covardia
Onde não se encontra saida.

Neste mundo não se encontra um só segundo de alivio
Existem ás dores deprimentes e incessantes,
Existem os amores insistentes
Que não dão tempo para o alivio.

Eu estou aqui
Parada sem saber o que fazer.
Porquê estar aqui
É o mesmo que procurar respostass para o meu sofrer.

E aqui diante deste mar
Eu imagino o horizonte
E me perco há soluçar
Neste radiante horizonte.

Onde o firmamento
Acaba no sofrimento,
Onde há dor
Consome o amor.

Onde eu vivo há contemplar
O grande mar
Grande mar da vda
Que acaba na ida.
Poets Of Night
Enviado por Poets Of Night em 18/10/2006
Código do texto: T267083
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Poets Of Night
São Paulo - São Paulo - Brasil, 27 anos
82 textos (10575 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:40)
Poets Of Night