Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Morte é o Renascimento

A morte é o fim de tudo
Ou o verdadeiro
Início da vida?
A eterna vida.

Nessa discussão
Estamos nós...
A pensar
E repensar
Sobre a morte.

Principalmente
Quando uma pessoa
Amável, querida
E prestativa
Deixa-nos repentinamente.

E vai iniciar uma nova vida
Longe do próprio
Corpo físico
E dos amigos
Que, com certeza,
Sentirão saudades.

Assim é a morte
Chega abruptamente
E nos arrebata
Uma pessoa querida.

Mas retornando à discussão
Creio que a pessoa não morreu
Ela, certamente, renasceu.
Renasceu para uma nova vida,
A vida de luz.

Mesmo assim dói demais
Nos corações dos que ficam.
E ficam a imaginar o porquê
Da ida definitiva,
Uma ida repentina.

Contudo o Senhor
Sabe muito bem o que faz.
E faz tudo no tempo certo.
Mas com certeza
Quando a dor der lugar
À saudade,
Entenderemos melhor
O renascimento da pessoa querida.


Este poema é dedicado a minha amiga Ana Cancio falecida no dia 21/10/2006. Esteja em paz para sempre, Aninha!
Luciano Barreto
Enviado por Luciano Barreto em 21/10/2006
Reeditado em 07/04/2007
Código do texto: T269932

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Escrito por Luciano Barreto. Contato: quebraperna@yahoo.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Luciano Barreto
Campos dos Goytacazes - Rio de Janeiro - Brasil, 36 anos
35 textos (5830 leituras)
3 áudios (651 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 11:38)
Luciano Barreto