Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POR QUANTAS VEZES

Por quantas vezes me vejo atropelado porque tudo está embaralhado em minha vida
Por quantas vezes sou levado a ficar sem rumo, pois já não sei o que fazer
Por quantas vezes desconheço meu destino
Por quantas vezes não sei sequer quem sou

Pois, o meu eu já não é mais
O que eu pensava já não penso mais
O que eu fazia já nem sei mais como fazer
E querer, sei lá...

Porque tudo o que eu era, tudo o que eu queria ser
Já não passa de utopia
Minha existência já não existe e o meu ser já não é
E minha vida se tornou vazia.
Auberione Marques
Enviado por Auberione Marques em 22/10/2006
Código do texto: T270298
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Auberione Marques
Itarema - Ceará - Brasil, 44 anos
3 textos (15819 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 12:10)