Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pérfido

Fudigo em meio a noite cinzenta
Acordado na bela madrugada sangrenta
Nas sombras de bombas
Que da guerra herdará as sombras

Procaz vejo a lua
Paulatinamente afundar-se no mar
Os peixes acalmar
E reluzir o brilhante mar

Sotoponho de uma pedra ponho minhas mãos
Escondo-as pelo fulvo de sua coloração
Puxo-as e sujas de areia vejo que estão

Pérfido minto que acredito no brilhantismo do luar
Minhas lagrimas rolam silenciosas
Tentando me fazer acreditar.
Thaisa Maia
Enviado por Thaisa Maia em 24/10/2006
Código do texto: T272582
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Thaisa Maia
Bituruna - Paraná - Brasil, 23 anos
18 textos (9768 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:29)
Thaisa Maia