Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Envolta

Lua de imenso ar congelante
Encantou-me com seu doce mistério.
Tornei-me sua eterna amante,
Através dos portais dos antigos cemitérios.

Clima lúgubre, noite brumosa, de névoas,
Enfeitiçada estou pelo luar etéreo.
Envolta a mim, reino de trevas,
Seres das sombras, som funéreo.

Cheiro de vinho, volúpias, sangue
Delícia és tú, oh ser langue
Que veio a mim, me aquecer.

Surgiu das hordas profundas
Das minhas idéias mais putrefatas, imundas,
Veio resgatar minh’alma, deixá-la perecer...
16/07/2006(domingo)
morbidah
Enviado por morbidah em 26/10/2006
Código do texto: T274080
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
morbidah
São José dos Pinhais - Paraná - Brasil, 27 anos
27 textos (657 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 10:58)
morbidah