Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Minha Noite

Oh, noite obscura,
Por que invade meu ser?
A fim de me fazer infeliz
Com todo meu sofrer.
A dor que me dilacera,
Não posso mais esconder.
E a culpa é toda sua noite.
Por que invade o meu ser?
Dentro de mim tudo se apagou.
Nenhum grito se faz ouvir,
De um coração que nunca amou,
Nem ao menos chegou a sorrir.
As lágrimas que a noite derrama
Inundam meu ser.
Todo desespero me invade
E me faz sofrer.
Mas as lágrimas lavam a dor,
Para que eu possa viver.
Então eu vivo,
Vivo até não poder.
Até desistir de lutar
E morrer.
Se a noite virasse dia,
E o Sol surgisse então,
Quem sabe tudo mudaria,
E seu calor entraria em meu coração.
Mas a noite nunca se vai,
Eu fico com meu sofrer.
Esperando que um dia isso mude,
E eu torne a viver.
Antônia Lopes
Enviado por Antônia Lopes em 18/11/2006
Código do texto: T294981
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Antônia Lopes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
8 textos (262 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:15)