Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Silêncio

Ah, se eu pudesse gritar...
bradar e ser ouvido,
em bemol ou sustenido,
a um coração escutar.

E se eu tocasse minha melodia,
fatidicamente divinal,
de melancolia sem igual,
a quem não entristeceria?

Mas, ah, poeta,
eu não sei cantar,
nem mesmo sei gritar.
Que dor, oh poeta

Eu só sei sangrar dores
e macular este papel
com o negro fel
de palavras sem cores.
titiao
Enviado por titiao em 08/07/2005
Código do texto: T32183
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
titiao
Chapecó - Santa Catarina - Brasil, 30 anos
27 textos (1701 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 12:09)
titiao